Siga-nos:
  • Wix Facebook page
  • SoundCloud App Icon
  • YouTube Classic
  • Wix Twitter page
  • issuu.png
  • google_play_icon___logo_by_chrisbanks2-d4s1i75.png
  • Apple-App-Store-icon

© 2014 - Fazendo Discípulos / Todos os Direitos Reservados 

Please reload

Recentes

CONTRIBUIÇÕES NA IGREJA

14/11/2019

1/10
Please reload

Destaques

O Coração de um Pai e Mãe Espiritual

 

“Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti.  Eis que nas palmas das minhas mãos te gravei; os teus muros estão continuamente perante mim.”(Is 49.15-16)

 

Esta é uma das mais belas declarações que expressam o sentimento de Deus por nós. É o relacionamento e cuidado de Pai que Ele tem para conosco. Que bendita confiança temos.

 

Este também deve ser o sentimento que deve encher o coração de alguém que cuida de um discípulo.

 

Deus colocou sob nosso cuidado a vida de um de seus filhos.

 

Este era o sentimento de Paulo pelos discípulos.

 

“meus filhos, por quem, de novo, sofro as dores de parto, até ser Cristo formado em vós;” (Gl 4.19);

 

“Porque zelo por vós com zelo de Deus; visto que vos tenho preparado para vos apresentar como virgem pura a um só esposo, que é Cristo.” (2Co 11.2);

 

 “ Além das coisas exteriores, há o que pesa sobre mim diariamente, a preocupação com todas as igrejas.  Quem enfraquece, que também eu não enfraqueça? Quem se escandaliza, que eu não me inflame?” (2Co 11.28-29);

 

“Gostaria, pois, que soubésseis quão grande luta venho mantendo por vós, pelos laodicenses e por quantos não me viram face a face;” (Cl 2.1);

 

“o qual nós anunciamos, advertindo a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo;” (Cl 1.28)

 

“Agora, me regozijo nos meus sofrimentos por vós; ...advertindo a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo;  para isso é que eu também me afadigo, esforçando-me o mais possível, segundo a sua eficácia que opera eficientemente em mim.” (Cl 1.24-29)

 

Paulo era intensamente zeloso e amoroso com seus discípulos. Expressava o sentimento de um verdadeiro pai. Se afadigava ao máximo em favor deles, muitas vezes com sofrimento e dor.

 

Um líder ou discipulador não é um simples professor ou gerente que apenas busca resultados e lucros. É um pai que ama, se dá, sofre, suporta, é paciente, esquece e não se ressente do mal.

 

Que todos os relacionamentos na igreja sejam revestidos deste sentimento de puro e genuíno amor sacrifical.

Please reload

Please reload

Arquivos