Siga-nos:
  • Wix Facebook page
  • SoundCloud App Icon
  • YouTube Classic
  • Wix Twitter page
  • issuu.png
  • google_play_icon___logo_by_chrisbanks2-d4s1i75.png
  • Apple-App-Store-icon

© 2014 - Fazendo Discípulos / Todos os Direitos Reservados 

Please reload

Recentes

CONTRIBUIÇÕES NA IGREJA

14/11/2019

1/10
Please reload

Destaques

A verdadeira face do orgulho

07/01/2015

Orgulho, vaidade e autoexaltação não são vistos como problema ou pecado nos dias de hoje. Às vezes, até são tidos como virtude e dignidade. Homens vazios e orgulhosos, que priorizam a aparência, são valorizados. Enquanto homens humildes, que investem na formação de seu caráter e não tem o costume de elogiar a si mesmos, são esquecidos e desprezados.

 

Coloquemos as coisas no devido lugar.

 

O orgulho é a raiz de todo pecado. Foi o orgulho e o desejo de exaltar a si mesmo que levou Lúcifer a rebelar-se contra Deus. Foi a tentação de ser “como Deus” que levou Adão e Eva a desobedecerem. O orgulho deve ser visto como ele é: o mais terrível de todos os pecados e maldições. Não há nada que devamos cuidar e rejeitar mais em nós do que o orgulho. Nada é tão perigoso para nossa fé. O orgulho ofende e afronta diretamente a Deus e nos distancia dEle.

 

“Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.” Tiago 4.6.

 

O primeiro passo, para libertar-nos desse mal, é conhecer a origem satânica dele e ter um desejo e desespero completo de subjugá-lo e expulsá-lo de nós.

 

“O que você tem de orgulho dentro de você é o que você tem de anjo caído vivendo em você; e o que você tem de verdadeira humildade é o que você tem do Cordeiro de Deus dentro de você.” – Andrew Murray.

 

O segundo passo é compreender que não conseguiremos livrar-nos do orgulho por nossas forças. Esse poder, que Satanás lançou para dentro da vida do homem, só poderá ser vencido e removido pelo poder da vida de Cristo em nós.

 

“Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando- se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando- se obediente até à morte e morte de cruz.” Filipenses 2.5-8.

 

O Verbo Eterno, com seu esvaziamento e obediência até a morte, nos dá uma nova vida de humildade tão real e poderosa quanto era o orgulho antes dentro de nós. Jesus veio para redimir-nos e libertar-nos do orgulho.

 

Olhe para Jesus, estude o Seu caráter, até que o seu coração esteja cheio de amor e admiração pela Sua humildade. Deseje ser como Ele é. Rejeite todo modelo deste mundo que valoriza o orgulho e arrogância. Admire e deseje ser como Jesus de Nazaré, nosso Rei e Senhor. E Ele mesmo virá manifestar a humildade, como parte de sua maravilhosa vida dentro de nós.

 

“Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração.” Mateus 11.29.

 

Via fazendo discípulos

 

Please reload

Please reload

Arquivos