Siga-nos:
  • Wix Facebook page
  • SoundCloud App Icon
  • YouTube Classic
  • Wix Twitter page
  • issuu.png
  • google_play_icon___logo_by_chrisbanks2-d4s1i75.png
  • Apple-App-Store-icon

© 2014 - Fazendo Discípulos / Todos os Direitos Reservados 

Please reload

Recentes

CONTRIBUIÇÕES NA IGREJA

14/11/2019

1/10
Please reload

Destaques

Foi Exaltado

14/11/2014

“Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai”. Fp 2.9-11

 

Jesus foi exaltado

 

Que verdade gloriosa! Como gostamos de ler, falar, repetir e até cantar essa palavra! “Todo joelho se dobrará, toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor”. Os homens do tempo de Jesus, inclusive os sacerdotes judeus, julgaram Jesus como um criminoso e o desprezaram. Mas Deus tinha um julgamento totalmente oposto ao dos homens. Que dia tremendo foi aquele quando Pedro se levantou e falou: “Esteja absolutamente certa, pois, toda a casa de Israel de que a este Jesus que vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo”.

 

Há, entretanto, uma verdade que deve ser lembrada e bem aclarada: Antes de vir a este mundo, o Verbo tinha toda a glória de Deus (Jo 17.5). Mas era o Verbo de Deus: era Deus, não era um homem. Agora, o Verbo encarnado em Jesus, depois do sofrimento da cruz e da ressurreição física, é recebido nos céus como homem. Como homem Ele é exaltado. Como homem Ele se assenta à direita de Deus Pai e recebe um nome acima de todo nome. Aleluia! Há um homem sentado no trono do universo: Jesus, o filho do homem, o cabeça de uma raça redimida.

 

“Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra”. Mt 28.18

 

No entanto, nunca esqueçamos do mistério (1Tm 3.16): Jesus é nosso Deus-homem. Ao ser exaltado Ele recebeu de volta toda glória como Deus (Jo 17.5). Ele tem toda divindade (Cl 2.9). Ele tinha reafirmado que só Deus podia ser adorado e cultuado (Mt 4.10), entretanto Ele aceitou essa adoração (Mt 14.33; 15.9; Jo 20.28; Hb 1.6 e Ap 5.8-14). Ele é onipresente (Está em todo lugar – Mt 18.20 e 28.20), é onisciente (Sabe todas a coisas – Jo 21.17; Cl 2.2-3) e onipotente (Tem todo poder – Ap 1.8). Ele é Deus (Tt 2.13; Rm 9.5; Cl 2.2 e 1Jo 5.20).

 

Que coisas incompreensíveis acontecem nesse grandioso mundo desconhecido que chamamos céu! Nossa mente não pode imaginar que coisas tremendas acontecem do outro lado do véu. Mas basta que a Igreja compreenda uma coisa: tudo que se opera ali é feito pela autoridade de seu Senhor e nada se faz sem a Sua iniciativa. Majestoso é Jesus!

 

“Exaltado, pois, à destra de Deus, tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vedes e ouvis. Porque Davi não subiu aos céus, mas ele mesmo declara: Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos por estrado dos teus pés. Esteja absolutamente certa, pois, toda a casa de Israel de que a este Jesus, que vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo”. At 2.33-36.

 

Via Fazendo Discipulos

Please reload

Please reload

Arquivos